Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Qual seu Problema Capilar?



Olá minhas crianças lindas, venho hoje trazer uma ajuda a mais para você que deseja solucionar de uma vez por todas seu problema capilar, espero que gostem.

Encontre Solução para os problemas abaixo:
-POROSIDADE
-RESSECAMENTO
-QUEDA COM RAIZ 
-QUEBRA 
-OPACIDADE (FALTA DE BRILHO) 
-PONTAS DUPLAS 
-CASPA 
-OLEOSIDADE 
-CABELO ELÁSTICO E QUEBRADIÇO 
-FRIZZ 
-CUIDADOS PARA QUEM USA SECADOR / CHAPINHA 
-CUIDADOS PARA RAIZ OLEOSA E PONTAS SECAS 
-CRESCIMENTO LENTO 
-CUIDADOS ANTES, DURANTE E DEPOIS DO ALISAMENTO 
-RECUPERE O FIO QUIMICAMENTE TRATADO


 POROSIDADE
POR QUE ISSO ACONTECE?
A porosidade, causada pelo desequilíbrio nas escamas protetoras, é o primeiro sintoma de um cabelo sensibilizado. Isto   acontece quando as escamas estão desalinhadas, quebradas ou com falhas, permitindo a perda de umidade, lubrificação deficiente e facilitando a penetração de agentes que danificam e fragilizam os fios tornando-os ásperos, embaraçados e quebradiços.

Esta porosidade faz com que os cabelos fiquem mais volumosos e rebeldes, o brilho desaparece e os fios ficam todos arrepiados e vulneráveis às condições ambientais, retendo resíduos de poluição, e aos raios solares, que também atuam mais sobre os pigmentos, acelerando o processo de desbotamento da cor. As pontas dos cabelos começam a abrir “em flor” e se partem facilmente com o manuseio.
CARACTERÍSTICAS
1- Você lava seus cabelos, e ele demora horas intermináveis para secar;
2- Você faz uma hidratação no cabelo, enquanto ele esta molhado parece hidratado, mas já ao secar a hidratação parece que foi embora dos fios;
3- Seu cabelo tem tendência a ficar com os fios arrepiados e com muito frizz;
4- Se você pinta ou tonaliza os cabelos e parece que a cor não dura o desejado;
5- Seu cabelo está opaco, sem brilho, e sem vida.

COMO TRATAR?

Faça Umectações e Nutrições
INGREDIENTES INDICADOS: Óleos e Manteigas 100% vegetais: Óleo de Jojoba,  de Coco, Manteiga de Karite, Receita de Selador de Cutícula (Veja a receita no link http://gabyzinhagomez.blogspot.com.br/2012/02/receitas-caseiras-mascara.html#more)


RESSECAMENTO
POR QUE ISSO ACONTECE?
Poroso, cheio de pontas duplas e áspero. Essas são as principais características de um cabelo ressecado. Causado principalmente pelo uso indevido de produtos, exposição ao sol, aplicação de químicas incompatíveis, além do excesso de secador e piastra, o problema reduz o brilho e a definição. Desprovidos de elasticidade, os fios, quando mais finos, mais cheios de nós.
COMO TRATAR?
 Escovar o couro cabelo em todos os sentidos, com uma escova raquete de cerdas macias, a fim de oxigenar os bulbos, remover células mortas e resíduos cosméticos, além de distribuir o manto hidro lipídico.
Fazer Hidratação com Mel e Reconstrução.
PRINCIPAIS INGREDIENTES INDICADOS: Colágenos, proteína do trigo e aminoácidos.


QUEDA COM RAIZ (ACIMA DE 100 FIOS POR DIA TODOS COM “MASSINHA BRANCA” DA RAIZ   PRESA AO FIO.
POR QUE ISSO ACONTECE?
São várias as causas que podem desencadear a queda acentuada dos fios, como dietas rígidas de emagrecimento, infecções, doenças da tireóide, stress, alterações hormonais, quadros de depressão, anemia, no pós-parto ou menopausa, incluindo-se aí aqueles casos de origem genética.
COMO TRATAR?
 A queda intensa dos cabelos é uma queixa muito comum nos consultórios dermatológicos, que merece uma investigação médica para se descobrir a verdadeira causa do problema. Uma vez feito um diagnóstico preciso, parte-se para a prescrição do tratamento mais adequado para cada situação.
Tanto os medicamentos tópicos, quanto os orais atuam fortalecendo o folículo capilar e diminuindo progressivamente a queda dos fios. Durante o tratamento, o dermatologista pode recomendar o uso de shampoos anti queda, de formulação mais natural, comprados em farmácias de manipulação.
O tempo de tratamento varia de seis meses a um ano, período em que deve-se evitar o uso de substâncias abrasivas e irritantes no couro cabeludo, processos químicos e o uso de bonés e lenços, que até disfarçam o problema, mas abafam o couro cabeludo.
-Evite produtos que contenham álcool, pois eles irão agravar o ressecamento. Veja aqui lista dos alcoóis http://gabyzinhagomez.blogspot.com.br/2012/06/aprenda-escolher-seus-produtos-de.html
INGREDIENTES INDICADOS:
É fundamental que o diagnóstico seja feito por um dermatologista, único profissional capaz de indicar a terapia correta.
Portanto, se você sentir que os seus fios estão caindo além do normal, nada de desespero. Procure logo um profissional a fim de identificar as causas e iniciar o seu tratamento o quanto antes.


QUEBRA
POR QUE ISSO ACONTECE?
Tem como principais causadores ações mecânicas, como escovar ou pentear errado, prender os fios molhados, dormir com eles presos, fazer escova e chapinha demais. As ações químicas também são grandes vilãs. Produtos alisantes, relaxantes, colorações e permanentes, excesso de sol, sal do mar, cloro,podem acarretar no surgimento dessas zonas de rompimento. A má alimentação não fica de fora.
COMO TRATAR?
Corte a cada três meses. A maneira de pentear também influencia. "O ideal é começar de baixo para cima, depois do uso do leave-in, com uma escova tipo raquete". Não desembarace antes de lavar, a não ser quando for inevitável.
Lembre-se de que a ação do tempo e do calor pode contribuir para a quebra. Por isso, ao tomar sol, por exemplo, é importante proteger os fios e até mesmo o couro cabeludo com filtro solar. Quando for usar secador ou chapinha, aplicar um produto antitérmico. Os excessos são dispensáveis: uma colher de chá de um creme para todo o cabelo normalmente basta.
Evite passar por dois processos químicos ao mesmo tempo, como tinturas e alisamentos, estipule um intervalo maior a cada retoque de química, para preservar a cutícula dos fios.
INGREDIENTES INDICADOS:
Aminoácidos, de preferência a Arginina.


OPACIDADE (FALTA DE BRILHO)
POR QUE ISSO ACONTECE?
Segundo especialistas, o problema acontece quando a proteína dos fios é atingida por agentes físicos (sol, praia, poluição) e químicos (coloração, reflexo, alisamento), o que provoca abertura das escamas, e, consequentemente, perda de brilho, umidade e resistência.
COMO TRATAR?
  Para eliminar ou amenizar a opacidade são recomendados tratamentos de reconstrução (danos leves) ou cauterização (danos mais graves) que agem no córtex do fio (parte interna).
INGREDIENTES INDICADOS: Colágeno.


PONTAS DUPLAS
POR QUE ISSO ACONTECE?
A ponta do fio é a parte mais velha do cabelo e, por isso, já enfrentou sol, água quente do chuveiro, calor do secador, cloro da piscina, química... Tantas agressões enfraquecem a fibra capilar e faz com que ela se parta em duas ou até mais partes, criando o que conhecemos como pontas duplas.
COMO TRATAR?
Para consertar o estrago a melhor opção continua sendo a tesoura. Mas há quem morra de medo que o corte seja mais radical do que o desejado, saiba que existem outras opções. Algumas são para disfarçar o problema, outras para evitar que ela apareça.
Para Disfarçar use ampolas específicas (novas no mercado)    ou reparadores de pontas à base de silicones
Para Prevenção faça hidratação, reconstrução e proteja do sol.
INGREDIENTES INDICADOS:
Repositores de massa, e Ceramidas


CASPA
POR QUE ISSO ACONTECE?
A caspa pode aparecer por fatores que incluem o clima seco do outono/inverno e o stress, porque o estímulo nervoso faz as células se dividirem mais rapidamente. "Na mulher, a descamação também pode ser causada por alterações nos hormônios sexuais e nas glândulas supra renal e tireoide", diz Bedin. Outro problema: a caspa   atrai fungos. "Sua proliferação causa ainda mais irritação no local", afirma Denise Steiner, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Em situações extremas, a dermatite surge em sobrancelhas, maçã do rosto e entre os seios.
COMO TRATAR?
Não há cura definitiva, mas a caspa pode ser controlada. A primeira providência é comprar um xampu com ação anticaspa.   Esses produtos funcionam porque têm em sua composição princípios ativos que diminuem a divisão celular. Entre os dois mais comuns estão o zinco e o cetoconazol. Só há uma forma de saber qual funciona melhor para você: experimentando.
 Em casos de descamação forte, o dermatologista pode receitar medicamentos via oral. 
 Para começar, lave o cabelo todo dia em água morna (mais para fria), para que as escamas não se acumulem, e seque com o secador. Na hora de lavar, não use a unha, apenas a polpa do dedo. Também não é legal mexer nos fios o tempo todo. Se você já tem oleosidade em excesso, seguir uma alimentação gordurosa e rica em açúcar pode piorar o caso. Sempre que possível, vá para o sol (da manhã ou do fim da tarde), que é um anti-inflamatório natural. Mas não abuse, em excesso, o sol   tem efeito é o contrário.
INGREDIENTES INDICADOS: Zinco e o Cetoconazol


OLEOSIDADE
POR QUE ISSO ACONTECE?
Em todo o nosso corpo existem glândulas sebáceas que liberam o suor. E elas estão mais concentradas na cabeça. Quem tem pele oleosa, também costuma ter cabelos oleosos. Alimentos gordurosos e a falta de cuidados com a saúde também contam muito para agravar essa característica. "O cabelo pode ser oleoso por um processo de disfunção hormonal, ovário policístico ou irregularidades a menstruação", orienta Patrícia Porcino, professora de Visagismo e Terapia Capilar da Universidade Anhembi Morumbi.

COMO TRATAR?
Ao lavar os fios, não esfregue muito o xampu de sua preferência no couro cabeludo, porque esse hábito deixa o cabelo ainda mais oleoso. Outra dica que dá ótimo resultado é usar argila, mas não a argila de artesanato, e sim aquelas coloridas e próprias para tratamento de pele e cabelo. Elas podem ser compradas em lojas de produtos naturais e de beleza.

A argila é um tratamento barato e prático. "Ela resolve muito bem, porque retira toxinas e coloca nutrientes nos cabelos", afirma Patrícia. O segredo é diluir bastante a argila em água para que a mistura fique bem ralinha. Passe a mistura na cabeça com ajuda de um pincel, como se fosse retocar a coloração da raiz, e deixe por dez minutos. Em seguida, lave o cabelo normalmente, retirando tudo. Repita esse processo uma ou duas vezes por semana.
INGREDIENTES INDICADOS: Menta, em especial xampu anti resíduo de Menta 2 vezes na semana.


CABELO ELÁSTICO E QUEBRADIÇO
POR QUE ISSO ACONTECE?
Você puxa o fio do cabelo e ele fica franzido, sem voltar ao normal. Com uma só passada de pente, ele se quebra. Pânico! "É o efeito chiclete e ocorre quando a fibra do cabelo perde a elasticidade e toda umidade natural", explica o tricologista (médico especialista em cabelo) Valcinir Bedin. É caso sério: além do aspecto emborrachado, de tão fino e seco o fio perto do couro cabeludo pode esfarelar. "A pessoa pode parecer careca", alerta o especialista, sem fazer drama. Como essa tragédia acontece? Simples: alisamento com intervalo inferior a quatro meses, chapinha todo dia ou tinta toda semana. "Tais procedimentos destroem as microfibras do fio", explica ele, ressaltando que nem tudo está perdido: há produtos para reconstruir as fibras e recompor a massa capilar. Fomos atrás das saídas.







COMO TRATAR?
O médico Valcinir Bedin, especialista em cabelo, elaborou uma estratégia de resgate:

A primeira providência da vítima do efeito chiclete é parar imediatamente de usar chapinha, secador, tinta e progressiva. De acordo com o tricologista Valcinir Bedin, há produtos que recuperam o fio e   eliminam, semana a semana, o aspecto emborrachado. Mas tem de ter muita paciência! "Os cuidados são diários e a recuperação demora de cinco meses a um ano".


1. Procure um tricologista ou cabeleireiro. Só um profissional pode analisar a situação do seu cabelo e indicar uma hidratação profunda para reconstruir as camadas do fio. O tratamento pode ser feito em casa ou no salão com fórmula que contenha:

· Óleos essenciais: Os de argan, monoï ou melaleuca refazem a camada de proteção.
· Capilisil: É um tipo de açúcar que preenche os espaços escamados dos fos. O cabelo ganha uma nova película.
· Ureia: É um hidratante super potente, que ajuda reter água nos cabelos.
· Queratina e/ou ceramidas: Substâncias que deixam os fios mais grossos, sua função é substituir temporariamente a queratina natural do cabelo que foi perdida.
· Silicone: Cria uma "capa" que protege de novas agressões e não deixa a umidade dos fios ir embora.
2. Você não encontra um único produto com todos esses componentes. Por isso, misture gotas de óleo ou silicone em máscaras de tratamento. Espalhe no cabelo úmido e deixe 20 minutos, depois de lavar. Para potencializar, use touca térmica ou toalha aquecida. Lave com água fria.
3. Lave o cabelo apenas duas vezes por semana. "Use sempre xampu e condicionador da mesma marca e que não   contenham sal. E nunca use antirresíduo", orienta o médico. As dicas não param por aí: deixe secar o cabelo naturalmente. Ao pentear, use pente de madeira com muito cuidado.
INGREDIENTES INDICADOS: Veja acima.
Aprenda Aqui uma receita de maionese caseira para recuperação de Fios Elásticos.

FRIZZ
POR QUE ISSO ACONTECE?
O frizz reflete o estado de saúde dos fios. "Quando estão com as escamas muito abertas, perdem hidratação e nutrientes, o que os deixa secos e quebradiços. E, se estão fracos, não conseguem manter o sentido correto das escamas e arrepiam", explica Didier Sé, cabeleireiro do salão Marcos Proença, em São Paulo. As causas mais comuns do problema são os processos químicos, como tintura, alisamento e permanente. Outros fatores são a umidade do ar e as condições climáticas em geral - muito sol, ou vento, por exemplo. 
O cabelo branco também é forte candidato ao frizz. "Quanto menos melanina, a responsável pela pigmentação, menos substâncias emolientes, que garantem a maciez. E, se o fio está duro, tende a ficar levantado", afirma o cabeleireiro Evandro Ângelo, do salão C. Kamura, em São Paulo.

COMO TRATAR?
-Lave o cabelo em dias alternados, com água morna, usando xampu duas vezes e encerrando com condicionador, que pode ficar nos fios por até cinco minutos. -     Enxágue bem e não deixe resíduos  -Na hora de retocar a química, não aplique o produto sobre a área já afetada, evitando, assim, danificar o fio de novo.
Utilize uma máscara rica em óleos: misture 1 colher (sopa) de óleo de gergelim, 1 colher (sopa) de mel de laranjeira e 2 colheres (sopa) de polpa de abacate.
Bata até formar uma pasta homogênea e aplique.
-Leave-ins são indispensáveis para quem quer controlar o frizz
- Nos cachos, prefira um modelador, usado nos fios ainda úmidos.
-No caso dos lisos ressecados, o ideal é finalizar com cera.
-Fios finos pedem produtos com textura mais leve, como sprays. Já os grossos podem receber, com o leave-in, uma dose de óleo de argan, de abacate ou de ojon.
-O secador contribui para um disfarce perfeito, já que sela as cutículas, melhorando a aparência geral. Mas lembre-se de aplicar protetor térmico antes para não causar mais danos aos fios.
-Truque extra: prefira as escovas de madeira. Elas não causam tanta estática quanto as de materiais sintéticos..
NGREDIENTES INDICADOS: Já existem no mercado produtos específicos Anti frizz.


CUIDADOS PARA QUEM USA SECADOR / CHAPINHA
-Seque os cabelos com no mínimo 15 centímetros de distância entre o secador e os fios.
-Sempre proteja antes os fios com um defrizante termo protetor, específico para ser usado antes do secador ou prancha.
-Nos dias que NÃO for fazer escova, prefira o método LOC para finalização.


CUIDADOS PARA FIOS OLEOSOS
- Quando passar algum produto nos fios, nunca deixe-o encostar no couro cabeludo.
- Lave o cabelo com água morna ou fria, e não quente - pelando, nunca!
- Na hora da lavagem, não se esqueça de retirá-lo por completo. Resíduos no couro cabeludo tampam os poros, piorando a oleosidade e impedindo o crescimento do cabelo. Para evitar que isso aconteça e fazer com que os fios cresçam mais rápido, lave o cabelo todos os dias ou alterne, lavando um dia sim, outro não.
- Use xampu anti resíduos no máximo duas vezes por semana.
- Utilize um produto indicado para seu tipo de cabelo: oleoso ou misto (raiz oleosa e pontas secas).
- Evite produtos de consistência muito pesada. Prefira os mais leves, como os aquosos.
- Nunca deixe resíduos de produtos no cabelo, muito menos na raiz!
- Faça peeling capilar (espécie de esfoliação do couro cabeludo) uma vez ao mês.
- Se fizer alisamentos, dê um espaço de dois dedos da raiz para começar a aplicar o produto.
- Tente deixar o cabelo secar naturalmente.
- Consulte um dermatologista se seu cabelo ficar oleoso logo após a lavagem. Em casos extremos, sempre procure um médico!


CUIDADOS PARA RAIZ OLEOSA E PONTAS SECAS
 -Lave os cabelos todos os dias. Só assim você consegue diminuir a oleosidade natural dos cabelos.
- Evite passar as mãos nos cabelos – isso só aumenta a oleosidade, já que os resíduos presentes nas mãos acabam aumentando o problema.
- Passe leave-in e cremes para pentear somente do meio dos fios até as pontas. Na raiz, nunca!
- Evite cobrir a cabeça com lenços e chapéus. Quando o couro cabeludo é abafado, o calor aumenta e, com ele, a presença natural do óleo capilar também.
- Use xampus para cabelos oleosos na raiz e do meio dos fios para pontas, algo que hidrate bastante os cabelos, como óleos e manteigas em sua fórmula. Assim, você consegue balancear os fios e o aspecto será bem mais agradável.
- Tenha paciência: aos poucos, seu cabelo vai se adaptando e a produção de óleos irá diminuir, enquanto as pontas ganharão mais vida e movimento.


SETE HÁBITOS QUE FAZEM O CABELO CRESCER MAIS RÁPIDO
Clique Aqui



CUIDADOS ANTES, DURANTE E DEPOIS DO ALISAMENTO
Clique Aqui


RECUPERE O FIO QUIMICAMENTE TRATADO
Clique Aqui





2 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA SEMPRE O TESTE EM UMA PEQUENA MECHA, É OBRIGATÓRIO REALIZAR UM TESTE PRÉVIO PARA DETERMINAR SE O FIO POSSUI RESISTÊNCIA PARA SER SUBMETIDO A QUALQUER TIPO DE PROCEDIMENTO, CADA CABELO APRESENTA UM GRAU DE RESPOSTA DIFERENTE PARA CADA TRATAMENTO, NÃO IMPORTA SE OS SEUS FIOS FOREM VIRGENS. OU SE FOR APENAS UM RETOQUE DE UMA QUÍMICA APLICADA SEMPRE.