Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cada Cabelo... Uma Sentença


Cada tipo de cabelo exige um cuidado diferente.

Aprenda a escolher os produtos certos e evite o desperdício de tempo, dinheiro, água, energia – e paciência!
Todo mundo pode ter cabelos bonitos
Cabelo bonito não é só genética.
Também é questão de cuidado: não adianta nada nascer com as madeixas sedosas e brilhantes, mas maltratá-las usando os produtos errados.
Para ter os fios sempre bonitos, é fundamental descobrir o que combina melhor com eles.

E não é só uma questão de estética.
Uma escolha mal feita não compromete apenas a saúde e a aparência da cabeleira, mas também implica num enorme desperdício de recursos naturais, já que os potes cheios encostados no fundo do armário uma hora perdem a validade, e vão parar na lata do lixo.

Por isso, quanto mais direcionada for a compra, melhor. 

“Um erro comum é escolher o xampu e o condicionador só pelo cheiro”, afirma a cabeleireira Francisca Garcia, citando uma conhecida estratégia que só funciona por obra do acaso. 
“É preciso conhecer o tipo de cabelo para só então combinar os produtos”.

Tipos de cabelos

Basicamente, existem quatro tipos de cabelo: Para saber se o seu é Normal, Seco, Oleoso ou Misto Clique Aqui


Os normais são os mais fáceis de tratar.
Macios e brilhantes, exigem apenas manutenção e proteção contra as agressões do dia a dia – como a poluição - e às vezes dispensam até o condicionador.
O xampu para esse tipo de cabelo é o que mantém o equilíbrio natural dos fios, sem interferir em sua estrutura.


Já os cabelos secos precisam de hidratação constante.
Além do xampu e do condicionador, também é recomendável aplicar uma máscara nos fios, para evitar q eles percam o brilho e o movimento. Para tratar esse tipo de cabelo, os produtos mais indicados são os de pH normal, com agentes detergentes menos agressivos.


O contrário vale para os cabelos oleosos, que devem ser tratados com produtos que equilibrem o excesso de gordura característico desse tipo de fio.
É fácil reconhecer os cabelos oleosos: quando não são tratados adequadamente, ficam com aparência pesada.


Por fim, há os cabelos mistos, que apresentam excesso de oleosidade na raiz, mas são secos nas pontas.
O desafio, nesse caso, é encontrar uma combinação de produtos que eliminem a sujeira, mas não ressequem os fios.


Porém, o tipo de cabelo mais comum hoje em dia é o artificial - o cabelo quimicamente tratado. "É difícil encontrar um cabelo hoje que não tenha recebido química - relaxamento, escova progressiva, tintura", avalia Francisca.
Existem produtos específicos para esse cabelo também, com pH neutro e ação hidratante, umectante e emoliente.

Dica importante: todas essas informações estão nas embalagens dos produtos. Por isso, não se esqueça de sempre ler os rótulos.

A pressa é inimiga do cabelo bom

Além de escolher os produtos certos, avisa Francisca, o segredo para ter cabelos sempre bonitos é lavar as madeixas com carinho.
Nada de entrar com pressa debaixo do chuveiro.
Ao aplicar o xampu, é preciso massagear o couro cabeludo com calma, utilizando a ponta dos dedos (e não as unhas).
Se fizer espuma, enxague e parta para o condicionador.
Caso contrário, repita a operação até a espuma aparecer.
E não se esqueça de fechar a torneira entre os enxagues.
Para o condicionador, a dica é aplicar aos poucos. Quando começar a sobrar creme nas mãos, é hora de parar.
"O próprio cabelo dá a medida do produto", ensina Francisca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA SEMPRE O TESTE EM UMA PEQUENA MECHA, É OBRIGATÓRIO REALIZAR UM TESTE PRÉVIO PARA DETERMINAR SE O FIO POSSUI RESISTÊNCIA PARA SER SUBMETIDO A QUALQUER TIPO DE PROCEDIMENTO, CADA CABELO APRESENTA UM GRAU DE RESPOSTA DIFERENTE PARA CADA TRATAMENTO, NÃO IMPORTA SE OS SEUS FIOS FOREM VIRGENS. OU SE FOR APENAS UM RETOQUE DE UMA QUÍMICA APLICADA SEMPRE.