Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 Dicas Científicas para um Cabelo Saudável e Brilhante

Manter um cabelo bonito e saudável é uma verdadeira arte – e também uma ciência. 
Aprenda a cuidar bem do seu cabelo.
Conhecer a composição química e os fatores que influenciam o comportamento do couro cabeludo e dos folículos, como a alimentação, o clima e os produtos químicos, é fundamental para cuidar bem de seu cabelo.
Conheça as descobertas científicas realizadas nos últimos anos sobre a pele e o cabelo, e como elas podem melhorar sua aparência. Mas, embora as dicas deste artigo provenham de fontes confiáveis, consulte um médico antes de ingerir qualquer medicamento ou suplemento.

1. Sua dieta afeta diretamente a saúde de seu cabelo
Nada tem um impacto maior sobre seu corpo do que o que você come. Isso também se aplica ao cabelo. Os fios de cabelo são tecidos sem vida, formados por uma proteína chamada queratina, o mesmo material que compõe as unhas. Para mantê-lo saudável, o sangue precisa estar repleto de nutrientes para alimentar os folículos do couro cabeludo, de onde nascem novos fios.



Entre as substâncias necessárias a um cabelo saudável estão o complexo de Vitamina B (sobretudo B5), biotina, Ômega 3, Ômega 6, zinco, selênio, l-metionina e vitamina E.

2. Suplementos podem auxiliar o crescimento do cabelo
 Fios mais finos perto da raiz, redução de volume ou pontas quebradiças podem ser indícios de um cabelo enfraquecido. Segundo o químico Joseph Cincotta, para essa condição são recomendados tratamentos para o couro cabeludo com ingredientes como cafeína e niacinamida, que estimulam a circulação nos folículos, ajudando o cabelo a crescer mais espesso e saudável.
Ainda sobre a relação entre a alimentação e a saúde dos cabelos, os suplementos vitamínicos também podem ter um efeito positivo sobre o fortalecimento capilar.
Um suplemento chamado Viviscal, que reduz a queda e promove um crescimento dos fios de até 46%.



O dermatologista Fredric Brandt recomenda um suplemento diário de 5 mil mcg de biotina (também conhecida como vitamina H, vitamina B7 e B8), que detém o enfraquecimento dos fios, com resultados visíveis depois de seis meses de uso. Outra opção é um suplemento chamado Viviscal, que reduz a queda e promove um crescimento dos fios de até 46%. É usado por celebridades como Reese Witherspoon.
Segundo a dermatologista Francesca Fusco, qualquer suplemento com biotina, sílica, vitamina B, C e E, ferro e ômega 3 é benéfico para o crescimento do cabelo.
OBS: Não esqueça de consultar um profissional da saúde, antes do uso de suplementos.

3. A frequência da lavagem influencia a saúde capilar
A demartologista Zoe Draelos dedica-se a pesquisar temas ligados à pele, ao cabelo e às unhas. Em um artigo no Science Daily, Draelos afirmou que a frequência de lavagem do cabelo deve estar associada à quantidade de gordura produzida pelo couro cabeludo.



Se seu cabelo for oleoso, você pode lavá-lo até uma vez por dia; se for seco, lave com menos frequência. Como o couro cabeludo produz menos gordura ao longo do tempo, é aconselhável reduzir a frequência das lavagens. Se observar pequenas cascas, é possível que você não esteja lavando seu cabelo com a frequência adequada.

4. Seus hormônios desempenham um papel importante
Nem sempre os efeitos das pílulas anticoncepcionais são adversos. Fusco afirma que níveis elevados de testosterona em mulheres são prejudiciais para o cabelo. Em contrapartida, as pílulas anticoncepcionais que regulam hormônios ajudam a reduzir a queda.



A médica aconselha evitar tratamentos agressivos durante o período pré-menstrual, como permanentes e colorações, já que o corpo está mais vulnerável.

5. O couro cabeludo também precisa de esfoliação e hidratação
O couro cabeludo, assim como a pele, também precisa de esfoliação e hidratação. Fusco recomenda acrescentar algumas colherinhas de açúcar ao xampu (faça a mistura somente da quantidade que for usar na hora, não devendo guardar) para remover as células mortas. É importante aplicar o produto com os dedos, e não com as unhas, para evitar a formação de casquinhas.



Embora muitos não recomendem o uso do condicionador no couro cabeludo, a dermatologista afirma que a pele da cabeça pode se beneficiar de sua ação hidratante. Basta assegurar que o produto não seja comedogênico para não obstruir os poros.
Ela também recomenda adicionar uma gotinha de óleo aos produtos sem enxágue para aumentar a hidratação.

6. A explicação química das pontas duplas
As famosas pontas duplas são resultado de rupturas nas ligações químicas do cabelo, devido a fatores como a exposição solar ou o abuso de secadores de cabelo, que danificam os fios, deixando-os com mais cargas negativas que positivas.



Para tratar desse problema, a marca Dove desenvolveu uma linha de produtos Dove Reconstrução de Pontas Duplas.
Os produtos contam com um complexo reconstrutor, com polímeros carregados positiva e negativamente que formam um gel. Ao entrar em contato com o cabelo, o lado positivo do gel é atraído para as partes danificadas, unindo o positivo e o negativo.
Esse efeito cria uma corrente poderosa, que se contrai quando o cabelo seca, unindo as pontas novamente. O resultado é um cabelo com menos pontas duplas, brilhante e sem frizz.

FONTE: http://discoverymulher.uol.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA SEMPRE O TESTE EM UMA PEQUENA MECHA, É OBRIGATÓRIO REALIZAR UM TESTE PRÉVIO PARA DETERMINAR SE O FIO POSSUI RESISTÊNCIA PARA SER SUBMETIDO A QUALQUER TIPO DE PROCEDIMENTO, CADA CABELO APRESENTA UM GRAU DE RESPOSTA DIFERENTE PARA CADA TRATAMENTO, NÃO IMPORTA SE OS SEUS FIOS FOREM VIRGENS. OU SE FOR APENAS UM RETOQUE DE UMA QUÍMICA APLICADA SEMPRE.